Conheça Cunha



A cidade de Cunha está localizada a cerca de 227 km da capital paulista, nas imediações da região conhecida como Alto Vale do Paraíba, entre as Serras do Mar e da Bocaina.

Transformada em estância climática em 1948, oferece aos seus visitantes seus atributos naturais: clima, paisagem, cachoeiras, trilhas, flora e fauna, características da Mata Atlântica.
O município de Cunha, considerado um dos maiores do estado de São Paulo possui 1410,5 km2 de extensão.

Incrustada em bela região com altitude que variam entre 900 a 1600 m. acima do nível do mar, Cunha é uma cidade que tem muitos atrativos naturais a oferecer aos turistas.
O município abriga o Parque Estadual da Serra do Mar, parte do Parque Nacional da Bocaina e é estratégico na formação da bacia hidrográfica do Paraíba do Sul, que banha o Vale e abastece o Rio de Janeiro.

NATUREZA

Esta região serrana é recortada por vários rios, entre eles o Jacuí, o Paraitinga e o Paraibuna, por isso a cidade abriga diversas cachoeiras de grande beleza. Entre as cachoeiras famosas estão a do Pimenta e a do Desterro.

Para chegar a cada uma dessas cachoeiras, o turista deve percorrer trilhas que são consideradas pelos esportistas de nível médio de dificuldade.
Local ideal para descanso da agitação das grandes cidades e excelente opção de tranquilidade para quem busca o frio, o sossego das montanhas e a simplicidade da vida no campo, o município conserva suas tradições culturais e religiosas e seu folclore é rico e variado. 


Um dos mais belos panoramas da Serra do Mar pode ser obtido por quem visita a Pedra da Macela, com seus 1830 m. de altura. Dali pode-se avistar parte do litoral norte paulista e alguns importantes pontos turísticos do Rio de Janeiro, como Paraty e Angra dos Reis.


CERÂMICA

A tradição centenária da cerâmica primitiva feita pelas "paneleiras" e artesanato que reflete o jeito simples e verdadeiro de sua gente; culinária variada com doces e biscoitos caseiros, queijos e iguarias que abrangem pratos típicos como canjiquinha, leitoa à pururuca e a sofisticação da truta, fondue e champignon, compõem um leque de atrações que surpreende o visitante de olhar apurado e paladar exigente.

Hoje, os vários fornos existentes transformaram Cunha em pólo de atração e ponto de referência, não só para ceramistas, mas também e mais recentemente, para pessoas de outras áreas artísticas e culturais.



As cerâmicas de Cunha são famosas por sua beleza e originalidade.


A queima da cerâmica de alta temperatura em forno a lenha Noborigama envolve fatores de imprevisibilidade que escapam ao controle do ceramista.
Abrir o forno e deparar com o resultado inesperado da ação do fogo é o grande momento que distingue a arte da cerâmica.
A retirada das cerâmicas do forno ao longo do dia é comemorada com a presença de amigos e visitantes em horários pré-determinados.